Quando você planeja sua viagem, logo, se depara com um desafio, com um desafio de escolha. Ou você escolhe andar ou visitar. Se você escolher andar de moto você provavelmente não terá tempo de visitar as atrações turísticas que estão pela rota traçada. Se você escolher visitar provavelmente não terá tempo de andar longo percurso.

Ainda, você deverá saber que para andar de moto existem dois requisitos essenciais, sem um dos dois você não viajará de moto, que são o Tempo e Dinheiro.

Não adianta ter tempo e não ter dinheiro, não adianta ter dinheiro e não ter tempo. Mesmo que você conte com apoio de outros motociclistas mas o mínimo de dinheiro você terá que ter.

            Então o primeiro passo, após ver quanto tempo e dinheiro você terá para a viagem, será fixar o objetivo final da viagem, tipo: Ushuaia; Deserto de Atacama; Punta del Este, etc.

            Feito isso você saberá quanto tempo e dinheiro necessitará para ir a seu objetivo final e retornar.

            Claro que para você conseguir visitar e andar de moto em longo percurso você terá que ter bastante tempo e dinheiro, aí tudo é possível.

            Após as minhas viagens por, somente, Chile, Argentina e Uruguai (poucos países diante de alguns motociclistas que já rodaram vários outros), indico, com toda humildade, que o ideal, para você conseguir chegar mais perto de andar de moto e visitar é escolher um país e andar só naquele país.

            Claro, que se você tiver que atravessar um país para chegar ao outro isso faz parte da viagem, tipo ir ao Ushuaia, obrigatoriamente, você terá que passar pelo Chile.

            Você escolhendo um país e ficando somente no mesmo, automaticamente você se acostuma mais rápido com a moeda e os costumes. Ainda, os pontos a serem visitados estão mais próximos um dos outros, e você for esmiuçando o país visitado verá muito mais atrativos, que não seja só estrada.

            Escolha andar por região do país, em vez de escolher um ponto ao sul e outro ao norte, escolha estados da federação, pois assim fazendo você poderá elaborar diversas viagens ao país e conhecer muito mais lugares maravilhosos, tudo isso com menos dinheiro e menos tempo.

            Projete sair sempre cedo, muito cedo, quando o sol já estiver levantando. Muitos motociclistas só começam a viajar após o café da manhã do hotel, geralmente os hotéis nos países vizinhos do merco sul começam a servir o café da manhã as 07:00/ 07:30 horas, até tomar café e sair já se perdeu um bom tempo para se “tocar” a moto.

            Outro detalhe importante, pare cedo, dependendo onde você vai rodar, tente parar perto das 16:00/17:00 horas, (quando der), se hospede, deixe a moto na frente do hotel, tome um banho, tente dormir um pouco, até às 19 horas (coloque o despertador para acordar), levante-se, se possível, pegue a moto e vá em um lugar jantar. Jante com toda a calma do mundo, aprecie o lugar, viva aquele lugar e aproveite o máximo a noite.

            Devo explicar por qual motivo de levar as motos a noite quando se for jantar. Mas antes, devo dizer que se possível, escolha sempre cidades pequenas para pernoitar, quando do caso do pernoite de passagem, pois em cidade pequena você será uma atração e bons frutos poderá render.

            Você vai perceber que várias pessoas, motociclistas, admiradores, moto clubes, enfim, várias pessoas, pelos mais diversos motivos, vendo as motos irão te procurar para conversar, e inclusive você poderá fazer amizades forjadas na estrada que serão eternas e possibilitarão a realização de outras futuras viagens.

            Fiz a matéria acima e a matéria “Viagem de Moto pelo Cone Sul”, justamente para servir de introdução as matérias da futura viagem que farei com o meu companheiro Sari a Argentina, então continue nos acompanhando.

MotociclismoSC – Ulisses José Ferreira Neto

Leave a comment