Olá! Sou o Ulisses,

 

Motociclista há mais de 20 anos e membro do Moto Clube Bodes do Asfalto.

Há algum tempo aproveito um pouco das horas que me sobram da minha corrida vida profissional para levar aos outros conhecimentos e experiências vividas no nosso dia-a-dia no motociclismo e nesses longos anos de estrada e de convivência junto a muitos motoclubistas.

Desenvolvi este site, MotociclismoSC, com o objetivo de divulgar assuntos relacionados ao motociclismo e ao motoclubismo em Santa Catarina e no Brasil.

É importante dizer que motociclismo e motoclubismo são dimensões diferentes de uma mesma atividade. Em artigo publicado no site do Teneré Moto Clube Brasil essa distinção é bem abordada.

Quando falamos de MOTOCICLISMO estamos nos referimos aos assuntos de motocicletas e motociclistas, de modo geral.

De fato, há muitos motociclistas que preferem desenvolver suas atividades de forma solitária e isso é muito respeitável. Certamente suas viagens, seus projetos pessoais e suas experiências tem muita importância, também.

Já o MOTOCLUBISMO trata das atividades e relacionamentos decorrentes das associações de motociclistas, os moto clubes ou moto grupos e outras.

As Associações Motociclisticas (Moto clubes e Moto grupos) são integrados por motociclistas com algumas afinidades (tipo de motocicleta, interesses por viagens ou competições, etc) e com regras de convivência estabelecidas. Quase sempre materializam suas afinidades em um símbolo emblemático chamado de BRASÃO. Esse brasão normalmente estará em um colete, usado por todos os membros que assim estarão identificados. Por isso costuma-se dizer que os motoclubistas ou “coletados”.

Independentemente de se andar sozinho ou em grupo, desenvolver a atividade de motociclismo como lazer exige algumas condições:

  • Gostar de andar de moto;

  • Ter tempo; e

  • Ter uma certa disponibilidade de dinheiro.

 

Como os motociclistas são sempre apaixonados por moto, não é tão difícil assim desenvolver essa maravilhosa atividade de lazer. Com um pouco de organização e planejamento com certeza vamos conseguir separar um tempo e algum dinheiro que nos permita viver bons momentos e fazer viagens fantásticas!

Agora, para pertencer a uma Associação Motociclística (moto clube ou moto grupo) há necessidade de algo mais: espírito de coletividade. Sim, porque o motoclubismo tem sua principal alavanca no coletivismo: o interesse de todos é mais importante que o interesse individual.

Conduzir-se de modo a privilegiar o coletivo, deixando de lado os interesses individuais, fazer algo pelos outros motociclistas e pelo motociclismo, sem esperar nada em troca que a mera satisfação pessoal não é tão fácil. Nem todos os motociclistas tem essa preocupação com os outros, uma visão do coletivo.

Além do desafio de melhorar a mentalidade dos motoclubistas, o motoclubismo, como a face mais visível do motociclismo, tem muitos outros grandes desafios a vencer. Não só em Santa Catarina mas em todo o Brasil.

Uma questão muito importante é que costumamos fazer constantemente reuniões comemorativas. Muitas! E a maioria com churrasco e cerveja 0800, o que é muito bom. Mas, lamentavelmente, poucas são as agremiações motociclísticas que promovem reuniões, palestras e cursos, visando ao aprimoramento de seus associados. Eu penso que há uma necessidade muito grande de que aqueles que tem mais experiência transmitam aos demais, de forma organizada e sistemática, conhecimentos de segurança, deslocamentos em grupo, fundamentos de motociclismo e motoclubismo, técnicas e dicas de viagem e pilotagem e, o que é mais importante, o amor e respeito pelo Brasão e pelos Irmãos de estrada.

Outro aspecto interessante a analisar é que vários eventos motociclísticos são realizados sem condições mínimas de estrutura. Ao final, é comum que os organizadores achem que o evento foi um sucesso pelo número de motociclistas que participaram, o que não é verdadeiro. É uma raridade que se faça uma reunião crítica para avaliar os erros, as reclamações e elogios dos participantes e estudar o que pode ser melhorado para os próximos eventos.

Sem falar de eventos que são anunciados e depois cancelados sem nenhuma explicação… mas sabemos que é por pura desorganização.

Nós Motoclubistas estamos em um estágio tão baixo de organização que a grande maioria dos eventos depende de auxílio da administração pública. E normalmente nos dirigimos aos gestores públicos de mãos vazias, sem dados confiáveis que demonstrem que o evento motociclístico bem organizado pode favorecer a imagem da cidade e o turismo, repercutindo positivamente na arrecadação de impostos.

Enfim, de modo geral os motociclistas não debatem e não trocam ideias sobre o motociclismo de forma a melhorá-lo. E só teremos sucesso se pensarmos e trabalharmos de forma coletiva e organizada.

É nesse contexto que o site MotociclismoSC se propõe a ser um canal de conciliação, troca e evolução de ideias entre  os motociclistas, de modo a possibilitar a melhora do motociclismo e do motoclubismo.

O propósito maior é demonstrar que nós motociclistas, particularmente os motoclubistas, precisamos pensar e trabalhar coletivamente para alcançar uma meta viável de formar uma grande IRMANDADE de motociclistas coletados.

Se você tem interesse em publicar matérias suas para contribuir na divulgação de ideias e propostas para melhorar o motoclubismo, envie sua mensagem pelo Menu Contato ou para o e-mail motociclismosc@motociclismosc.com.br.

Um grande moto abraço,

Ulisses José Ferreira Neto